Bem-vindo(a) ECC - Estudos e Consultoria Contábil
Buscar   
 
Modulos
· Home
· Consultas "ON LINE"
· Escreva seus artigos
· Forums
· Informações
· Mensagens privadas
· Outros Classificados - Anuncie Já(Gratis)
· Perguntas Frequentes
· Pesquisas
· Pesquisas anexadas
· Publicações
· Recomende nossos serviços
· Top 10
· Web Links

Nossa Empresa
· Nossa Empresa e Serviços

Cotações

Amazon




Responda esta enquete
No momento não há conteúdo para ser mostrado neste bloco.

Calendário Fiscal e Eventos
Em um dia como hoje...

Visitas
Recebemos
1012745
pageviews desde Setembro 2003

Seções Diversas
· Medida Provisoria 232
· Interpretação do fisco traz beneficio ao contribuinte
· Emprestimos a trabalhadores
· Isenção de Impostos
· UE - Padroniza Balanços em 2005
· PPP - Perfil Profissiografico

Tempo


Warning: gethostbyaddr() [function.gethostbyaddr]: Address is not a valid IPv4 or IPv6 address in /home/eccan001/public_html/includes/monitor.php on line 54
UE - Padroniza Balanços em 2005

(249 total de palavras neste texto)
(2888 lido)   Imprimir




UE ordena padronização de balanços até 2005 Valor Económico (30/9/2003) Bloomberg, de Bruxelas A Comissão Européia ordenou a todas as sete mil empresas de capital aberto nos países da União Européia a adotar os padrões contábeis internacionais a partir de 2005, deixando de fora as regras sobre derivativos, que continuam sendo contestadas pelos bancos. O conjunto único de regras "colocará um fim a atual torre de Babel nos balanços financeiros, melhorar? a concorrência e a transparência e tornará o livre movimento de capital muito mais fácil", afirmou o comissário de Mercado único da CE, Frits Bolkestein, em comunicado divulgado em Bruxelas. Os padrões são o centro de um "plano de ação" elaborado para aglutinar os mercados financeiros da UE até 2005. Outros planos incluem uma lei para derrubar obstáculos a aquisições hostis, criticada pela Alemanha e países escandinavos e outra lei para vendas de bônus e ações. A CE, braço executivo da UE, deixou de fora regras que o International Accounting Standards Board, organização independente de Londres, havia proposto. A proposta do órgão exige que as empresas contabilizem os derivativos pelo valor atual, mesmo se não forem destinados para venda. A regra foi elaborada para assegurar que a contabilidade das empresas reflita com precisão os riscos dos derivativos, contratos baseados em outros ativos ou em índices. As instituições de serviços financeiros e bancos como o HSBC Holdings PLC e o BNP Paribas reclamaram que a regra tornaria seus balanços mais voláteis e argumentam que as operações de hedge não deveriam entrar nessas regras
  

[ Voltar Mensagens da Semana | Índice de Seções ]
 



Todos os Direitos Reservados - As Marcas e LogoMarcas Pertencem a seus Respectivos Propriet?rios - 2003
A sua tranquilidade é a nossa satisfação - Entre em contato , propondo uma visita para trocar-mos idéias sobre os trabalhos a serem realizados

Fone/Fax - 011-3857-6512 - Antonio


Web site engine's code is Copyright © 2003 by PHP-Nuke. All Rights Reserved. PHP-Nuke is Free Software released under the GNU/GPL license.
Tempo para gerar esta página: 0.031 segundos